O FGTS é propriedade do trabalhador, e como tal se sujeita às regras de herança, transmitindo-se o direito aos herdeiros como qualquer outro bem.

Se o pai ou mãe do cliente teve depósitos no período de 1999 até aqui, houve perdas e portanto, os herdeiros podem pleitear essa revisão.

Encontrou sua resposta?